0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Twitter 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Pai não é mãe.

Neste clima de dia dos pais que estamos vivendo, comecei a reparar mais em como eles tem se comportado com o “papel de pais”.

Antigamente o pai era o provedor, o homem distante e ausente que sempre estava trabalhando em pró da família, mais frio, porém não com menos amor. Os tempos mudaram e temos várias mamães que trabalham e papais que cuidam dos filhos. Homens que estão mais próximos e ativos da criação das crianças. Que dão banho, comida, colocam para dormir, contam histórias, se vestem de princesa e de super-herói. Que se preocupam quando estão doentes, que dormem juntos, ensinam, fazem lição de casa e não são menos homens por isso.

Pai não é mãe e ainda bem que os tempos mudaram! Essa nova geração de crianças, estão sendo beneficiadas pelo contato direto dos pais na criação delas. Não pelo pai e pela mãe terem seus papeis divididos ou inversos e sim por não terem papeis. Os pais têm plenas condições de cuidar dos filhos iguais as mães, mas contribuem de formas diferentes para a criação delas.

Enquanto um é mais zeloso e cuidadoso o outro estimula as crianças a se arriscarem e se divertirem, um aconselha o outro mostra como se faz. Esses opostos se aplicam em todas as áreas da vida das crianças. Elas aprendem o que é realmente bom para elas, o que elas gostam ou não gostam. Se tornam mais humanas, mais próximas da família e aprendem a conviver com todo tipo de pessoa, se desenvolvem com mais facilidade e aprendem a respeitar as diferenças. Olha quanta coisa boa a presença ativa dos pais na criação dos filhos contribui!

Para os papais e as mamães

Então, para os papais que estão lendo este texto, continuem sendo pais!
Mesmo quando errarem, estarão ajudando a mostrar o certo para os seus filhos. Quando pensarem em desistir, lembrem que existem mini – seres humanos que precisam de vocês para crescer e seguir em frente. Vocês são fundamentais para a vida dos seus filhos. Nunca pensem que é só a mãe que cria, vocês são mais que ajudadores, são exemplo e modelo para seus filhos.

Para as mamães que estão comigo, confiem mais nos papais!
Eles podem surpreender e vocês podem aprender muito com eles. Deixem eles com as crianças e assim eles descobrirão a magia de estar com os filhos.

Lembrem-se: não é dividir papéis, nem mostrar que um pode ou não fazer. Juntos vocês terão o dever de criar seus filhos, influenciando eles diretamente, as responsabilidades são dos dois.

Participem conosco #JokMães! Comentem suas histórias, adoramos ter vocês em nosso blog!