Ensinar os filhos a lidarem com os seus sentimentos é um dos grandes desafios de sermos pais. Afinal, como controlar os sentimentos vindos à tona após um momento de bronca, reprovação ou desaprovação de uma atitude? A criança, sem entender o que sente, joga os brinquedos, grita, bate, chuta, morde e tenta aliviar a raiva descontando em algo para extravasar e tirar aquilo de dentro dela e momentos depois de acalma e tudo passa.

A verdade é que a criança precisa daquele momento, mas ainda não tem maturidade para lidar com aquele sentimento. Por isso, precisamos mostrar como encará-lo de frente, sem prejudicar os outros.

Mas como fazê-los lidarem com os sentimentos?

Essa semana me deparei com uma reportagem bem bacana no catraquinha sobre a Caixa da Raiva. Um instrumento criado pela psicóloga espanhola Marina Martín, que teve a ideia baseada no livro “Vaya Rabieta”, de Mireille d’Allancé. Na história, o menininho Roberto é consumido pela raiva depois que seus pais lhe dão uma bronca. De dentro dele, sai um monstro enorme, capaz de dominar o menino, fazendo o jogar seus livros e brinquedos longe e desfazer sua cama. No entanto, quando se dá conta do que aconteceu, ele consegue colocar tudo em seu lugar. Ao passo que a raiva vai se tornando cada vez menor, até que pode ser guardada em uma caixa.

A ideia é que os pais contem a história e convidem os seus filhos a desenharem em um papel quando o “monstro da raiva” aparecer. Colocando a força do giz ou lápis no papel as crianças aliviam a angustia que estão sentindo e o traço tende a ficar mais fraco e a criança mais calma. No final a ideia é ter um caixa apenas para “jogar fora” esse sentimento, chamada de caixa da raiva. Os pais podem decorar, chamar as crianças para participarem da confecção da caixa e em seguida explicar como funciona.

O método conta com a ideia de ensinar a criança a lidar com o momento de raiva e impedir qualquer problema que o “monstro da raiva” pode causar na hora que aparecer.

Achei bem bacana e estou pensando em colocar uma caixa aqui em casa para lidarem com os sentimentos.
O que vocês acharam do método #JokMães? Conte para nós aqui nos comentários! Adoramos quando participam. 😉

 

 

Outlet de roupa infantil Jokenpô